créditos guilhermetorres.com
Homefulness

Voltar às aulas… Em grande!

Trocamos por miúdos o regresso às rotinas dos mais pequenos.

Sabemos bem o que é “enfrentar” a azáfama de setembro: preparar o regresso às aulas, voltar ao trabalho com a cabeça e o corpo ainda “lá” nas férias! E tudo se complica com as rotinas… das crianças e adolescentes. Espreite estas dicas sobre como preparar a sua casa para o regresso às rotinas dos mais pequenos, e sobreviver até ao próximo verão, pelo menos.


Setembro parece sempre que passa a correr, com tanto que há para tratar! É desfazer as malas e colocar tudo no lugar, é regressar ao trabalho, é preparar o regresso às aulas, é trocar a roupa de verão pela que se vai usar quando o frio voltar… e muito, muito mais, especialmente se há miúdos na equação.

Calma! Dedicar um pouco de tempo a organizar a casa para as suas rotinas pode parecer apenas mais uma tarefa impossível ou nada apetecível de abordar, mas é, na verdade, um passo difícil agora que vai dar bons frutos depois.

O plano é: estudar bem todos os passos do seu dia a dia e criar a melhor estratégia para ter a casa bem organizada, em especial as divisões onde os miúdos passam mais tempo! Do quarto à zona de entrada, damos-lhe uma série de sugestões que podem poupar-lhe tempo e evitar momentos de stress nos próximos meses.

Bem-vindos ao nosso guia de sobrevivência para um regresso às aulas mais tranquilo!

Uma questão de pedagogia

Conhece a pedagogia Montessori? Criada pela médica e pedagoga Maria Montessori, esta filosofia baseia-se na auto educação, ou seja, deixar que a criança explore livremente o mundo ao seu redor e vá desenvolvendo progressivamente autonomia.

Na decoração, traduz-se em criar ambientes que estimulem o imaginário infantil e que estejam pensados para que as crianças sejam o mais independentes possível nas tarefas que as envolvem.

Como é um quarto Montessori? Tudo passa pela adequação do mobiliário ao tamanho e capacidades da criança. As camas devem ser baixas, para que possam entrar e sair facilmente sozinhas, e muitas vezes assumem formas lúdicas, para criar boas associações na hora de dormir. Em vez de roupeiros “de adulto”, estes devem ser dimensionados para a criança, ou complementados com charriots ou ganchos a que consigam chegar. O mesmo deve suceder com as estantes e restante arrumação: devem permitir que acedam sem ajuda aos livros e brinquedos ( e que consigam arrumá-los!). 

Assimile este princípio de ouro: mais autonomia para os miúdos, menos tarefas para os graúdos!

www.theinteriorsaddict.com

www.crateandbarrel.com

Diga olá às rotinas

e adeus ao stress!

www.home-designing.com
www.home-designing.com
www.lesliecotterinteriors.com

Espaço próprio para estudar

Para os adolescentes e crianças já numa idade escolar mais autónoma, o ideal é que possam ter em casa um espaço especificamente dedicado ao estudo, com tudo bem planeado e no seu lugar. Desta forma, eles próprios serão capazes de organizar as suas rotinas de estudo, com menos distrações e mais ordem.

A base deste espaço, geralmente no próprio quarto, deve ser uma secretária e uma boa cadeira ergonómica adequadas à idade em questão. Existem muitas soluções adaptáveis, que vão acompanhando o crescimento, prefira essas.

Na secretária, organizadores de papéis e material de escrita ajudam a que tenham sempre à mão o que precisam para os “TPC”, melhorando a concentração ao minimizar as interrupções. Uma estante com espaço dedicado unicamente à secção dos livros e cadernos da escola também mantém o foco e agiliza o acesso aos mesmos sempre que necessário.

Quando o espaço é demasiado pequeno, soluções como secretárias com estantes verticais, ou camas elevadas com área de estudo embaixo, são boas aliadas. Prefira mobiliário com prateleiras amovíveis, para que o possa ir adaptando às necessidades de arrumação.

Tenha também em conta aspetos como a iluminação e as cores utilizadas – sabia que o azul, por exemplo, ajuda à concentração, e o amarelo e o laranja estimulam a criatividade?

Fale connosco para criar o espaço ideal para este regresso às aulas. Temos muita experiência na matéria.

www.sutroarchitects.com
www.sutroarchitects.com
www.idealhome.co.uk

Estudar em boa companhia

Para as crianças mais pequenas, sobretudo, que ainda precisam de maior supervisão ou ajuda nos trabalhos escolares, é sempre uma boa ideia reservar um espaço na divisão que os adultos mais utilizam para que estejam perto de si na hora de fazer os “TPC”. Desta forma, torna-se mais fácil supervisioná-las nesta tarefa sem ter de abandonar as suas. 

Pode criar um recanto na cozinha, na sala de estar ou no seu escritório. Existem muitas opções práticas e engenhosas que permitem integrar estas zonas na restante decoração, sem que fiquem com um ar demasiado “infantil”.

As nossas preferidas são as desenhadas à medida e dimensionadas para os mais pequenos, que refletem as escolhas de materiais ou estilos do restante mobiliário existente na divisão. Falamos?

www.bhg.com

www.architectureartdesigns.com

Facilitar as entradas e saídas

Para evitar atrasos e os eternos esquecimentos na hora de sair de casa, ou que espalhem logo pela casa a sujidade ou as mil curiosidades como pedrinhas e folhas apanhadas no jardim ao voltar da escola, antecipe-se! Prepare estrategicamente o hall de entrada.

Uma zona com cabides ou prateleiras para deixar sapatos, mochilas e casacos, e um assento baixo para que consigam calçar sozinhos resolve parte do problema. Quando são mais crescidos, um quadro de recados à entrada é uma boa ideia para que nada fique esquecido – estabeleça a rotina dos “lembretes antes de sair de casa”! Uma solução que também adoramos são as paredes com revestimento de ardósia (serve para miúdos e graúdos!).

E então? Agora que conhece todas as nossas “grandes ideias” para as rotinas dos mais pequenos da casa no regresso às aulas, que tal aproveitar para falar com a nossa equipa? Vamos trocar tudo por miúdos!

Outros artigos

Quartos com boa energia

Quartos com boa energia

Quer abrir a porta e sentir que entrou noutra dimensão, onde só se respira paz? É tudo uma questão de princípios, segundo o Feng Shui.

ler mais
Vamos falar de cores?

Vamos falar de cores?

Uma escolha vital, que vai além da estética. Saiba como mudam o ambiente de um espaço e também o seu humor. Pela sua saúde.

ler mais
Quartos com plantas?

Quartos com plantas?

Sim mas… Nem todas são boas companheiras.
Saiba quais são as escolhas mais saudáveis para dar bom ar ao espaço onde dorme.

ler mais